O Que é Bom para a Pele?

Radicais livres: o que são e como podem nos trazer prejuízos

Fatores externos e a genética contribuem para acelerar o envelhecimento de nossa pele. Contudo, o organismo precisa estar em equilíbrio para receber os benefícios oriundos de cremes e tratamentos.

Os radicais livres, produzidos pelo nosso próprio corpo e pelo meio externo, são exemplos de oxidação da pele. Quanto mais uma pessoa fica exposta aos fatores externos, maior será a quantidade de radicais livres acumulados em seu organismo. Com o tempo, esse efeito acumulativo poderá causar alterações das células.

A formação de radicais livres também está relacionada ao enfraquecimento do sistema imunológico, assim, problemas cardiovasculares, artrite, entre outras doenças, têm sido atribuídos à sua ação.

Silício: por que ele é tão importante para nossa pele

O silício, abundante em nosso corpo, auxilia nos processos de formação de colágeno e elastina, além da captação de cálcio e alumínio. Com o passar do tempo, há uma diminuição da concentração de silício em nosso organismo, comprometendo a captação de cálcio, e assim, deixando nossas estruturas ósseas mais frágeis e não formando novas células de colágeno e elastina.

Leitura recomenda: descubra agora como usar cremes no rosto.

O ideal seria ingerirmos diariamente cerca de 300mg de silício orgânico, porém, este se trata de um composto normalmente não presente em nosso cardápio, e aparece em pequenas concentrações na soja, arroz com casca, milho, cevada, cavalinho e outros cereais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *